Ação consciente: a chave do progresso sustentável


Ter a consciência da repercussão de nossas ações quanto ao meio em que vivemos é um dos fatores que configura um cidadão sustentável. No entanto, prender-se tão somente a esse pensamento faz com que as possíveis ações que contribuiriam para um desenvolvimento sustentável não passem de costumeiras teorias e discursos ecologicamente corretos.
Para melhores resultados é necessária uma mudança na cultura e nas atitudes das pessoas, de modo a tentar reverter o processo de escassez dos recursos naturais. Boa parte dos cidadãos já tem a consciência dos impactos ambientais causados pela imprudência e  a ambição de poderes e acúmulo de recursos do homem. A carência existente na sociedade são as ações provenientes dessa conscientização para com o meio ambiente.
As ações as quais inferem na sustentabilidade dos recursos naturais devem partir do particular para o geral, ou seja, iniciam-se desde pequenas atitudes individuais que, consequentemente, compreenderão toda a sociedade. Entende-se como ações conscientes aquelas que têm como objetivo comum a conservação dos recursos naturais para as gerações futuras. Evitar o desperdício de água,consumir economicamente energia elétrica que, por sua vez, provém da exploração desses recursos, entre outras ações, são aparentemente insignificantes, mas que, num âmbito global, obtem-se grandes resultados.
O cidadão sustentável tem consciência de seus direitos e deveres, no entanto, vincula-se somente à prerrogativa da exigência de seus direitos impressa num caráter acomodativo. É retrógrado apontar a falta de investimentos e interesse de governos e empresas como única ação negligente causadora da degradação do meio ambiente. O homem é capaz de organizar, buscar e mobilizar os recursos à sua volta que, em pequenos grupos e de forma gradual, podem relativamente gerar resultados positivos à sociedade.
Portanto, ser um cidadão sustentável é agir para consigo mesmo e com a sociedade de maneira a garantir a subsistência das próximas gerações. Ao contrário do que muitos pensam, é ter um caráter menos competitivo e mais cooperativo.
-----------------------------------
Redação do primeiro lugar do Conscurso de Redação da Universidade Federal de São Carlos.
Jardel Júnior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mais lidas da semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...